Separadas por mais de 10 mil km, a cidade de Itá/SC e a vila Eski Savasan Koyu na Turquia têm uma semelhança que uma foto é o suficiente para entender. Isso porque, os dois locais foram inundados devido à construção de uma barragem, e tanto aqui como na Turquia, o templo religioso da comunidade (igreja e mesquita, respectivamente) foram submergidas, ficando acima d’água apenas as torres das construções.

Na esquerda, as torres da igreja da antiga cidade de Itá/SC, na direita a torre da mesquita da vila Eski Savasan Koyu na Turquia

 

Nos dois locais, as barragens foram construídas para a implantação de uma Usina Hidrelétrica. Aqui, a UHE Itá foi instalada no rio Uruguai e tem potência instalada de 1450 MW, enquanto que a HEPP Birecik tem 672 MW, e está localizada no rio Eufrates.

A vila de Eski Savasan Koyu foi uma das localidades afetadas devido a construção da Hidrelétrica Birecik – hoje o único acesso ao vilarejo é de barco. Sua inundação aconteceu em 2000, com a construção da barragem.

Até o período de inundação se assemelha. Em Itá, a antiga cidade foi submersa também no ano 2000. A construção da barragem para a Hidrelétrica Itá (empreendimento do Consórcio Itá) fez com que uma nova cidade fosse construída, em uma região próxima, porém mais alta. Hoje Itá é uma cidade planejada que está à beira do lago, o que possibilita o acesso à população para atividades produtivas e de lazer no reservatório.

O Plano que orienta o uso e a conservação do reservatório

Vistoria Técnica no Reservatório da UHE Itá

Em 2017 se iniciou a elaboração da revisão do PACUERA (Plano Ambiental de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório Artificial). A Socioambiental foi a responsável por sua elaboração, que está na sua fase final. Já foram realizadas as Consultas Públicas, momento que a população é apresentada ao PACUERA e pode tirar suas dúvidas.

As Consultas Públicas foram realizadas no final de agosto em Marcelino Ramos/RS e Itá/SC. Os dois encontros estavam lotados. A população de todos os municípios lindeiros ao reservatório estava interessada em saber como a revisão do Plano Ambiental irá beneficiar seu dia a dia no que diz respeito às atividades lindeiras. 

Já na Turquia, os planos do Governo de construção de barragens nos rios Tigre e Eufrates  podem inundar diversos sítios arqueológicos. Os países vizinhos, Iraque e Síria, que dependem da água desses rios, também estão atentos à execução dessas obras.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *