Na sexta-feira (08/11) a equipe da Socioambiental se reuniu para receber um treinamento em Python, uma linguagem de programação muito versátil para a análise de dados ambientais. O responsável por conduzir o curso foi Ailton Moreira, engenheiro sanitarista e ambiental, que realiza seu estágio de pós-graduação aqui na Socio.

Por ser uma ferramenta livre, o Python é muito utilizado em todo o mundo por diferentes profissionais, não apenas programadores. Na área de análise de dados é um dos preferidos tanto para engenheiros, geógrafos, biólogos etc.

Ailton Moreira nasceu em Cabo Verde e veio para o Brasil fazer sua graduação na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde agora realiza seu mestrado. Na Socioambiental ele está há 4 meses, trabalhando com análise de dados e geoprocessamento. A ideia de ele realizar o curso para os demais colaboradores surgiu em uma conversa de escritório, enquanto mostrava a potencialidade do Python a um colega. ”

O Python foi criado em 1991 pelo holandês Guido van Rossum. Ele é formado em matemática pela Universidade de Amsterdã onde também realizou seu mestrado. Em entrevistas realizadas ao longo de sua carreira como programador, ele explica que seu objetivo era apenas criar um interpretador de linguagem de scripting, sem nenhuma pretensão.

Veja como foi o treinamento neste vídeo:

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *