Dia Mundial dos Oceanos e Dia Nacional do Oceanógrafo

O dia 8 de junho é marcado pela comemoração do Dia Mundial dos Oceanos desde o ano de 1992, quando ocorreu a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (conhecida com Rio-92), e também pela comemoração do Dia Nacional do Oceanógrafo, celebrado desde 2018. Estas datas foram simbolizadas para que a sociedade possa relembrar da importância dos oceanos e também os grandes pesquisadores e trabalhos desenvolvidos a favor destes ambientes.

O Projeto de Monitoramento de Cetáceos

Com este propósito, o Projeto de Monitoramento de Cetáceos na Bacia de Santos (PMC-BS), trabalho feito pela Socioambiental desde 2015, foi celebrado nesta última segunda-feira (08/06) pela Petrobras, empresa responsável pela produção de petróleo e gás natural na Bacia de Santos.

A realização do PMC é uma exigência do IBAMA para licenciar a atividade no local, onde são registradas as presenças de algumas espécies de cetáceos, como baleia-azul, baleia-fin e baleia-sei. Ao todo, foram identificadas 27 espécies na região, sendo a baleia-sei o grande destaque de aparições e geração de conhecimento.

Tecnologias e novas informações no monitoramento

Para conseguir fazer o monitoramento adequado dos cetáceos, a tecnologia utilizada pela Socioambiental foi essencial. Algumas das espécies estudadas são muito velozes, dificultando o acompanhamento por barco e captura de imagens para foto-identificação das nadadeiras dorsais. No total, foram capturadas 6000 fotografias somente para identificação das nadadeiras das baleias-sei, sendo também utilizados transmissores via satélite acoplados ao corpo dos animais, que permitiram identificar algumas rotas que eles traçaram pelo oceano.

Confira abaixo o vídeo que mostra um dos equipamentos utilizados, o CATs-CAM:

Até o período de execução do projeto, pouco se sabia a respeito do comportamento das baleias-sei. Espécimes já haviam sido registrados pela costa brasileira durante o inverno (épocas de reprodução), migrando para áreas mais próximas à Antártica durante o verão (para alimentação). Entretanto, com os levantamentos feitos pelo PMC-BS, foram registrados agrupamentos das baleias-sei entre julho e setembro, indicando que esta espécie pode, também, utilizar da costa brasileira para se alimentar.

Estas informações foram transformadas em artigo científico, publicado em 2020 na revista Marine Mammal Science, numa parceria da Socioambiental com pesquisadores da organização Falklands Conservation e das universidades federais de Santa Catarina e de Juiz de Fora.

Diante do Dia Mundial dos Oceanos, a Petrobras compartilhou mais sobre os projetos ambientais que estão sendo realizados na Bacia de Santos. Confira a matéria completa em:

https://www.comunicabaciadesantos.com.br/noticia/dia-mundial-dos-oceanos-monitoramento-de-baleias-e-golfinhos-na-regiao-do-pre-sal-gera

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *