Desde maio de 2021 a Socioambiental iniciou as atividades do Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas Superficiais das Usinas Hidrelétricas (UHEs) de Jaguara e Miranda localizadas no Estado de Minas Gerais, trabalho este realizado por uma equipe multidisciplinar composta por engenheiros sanitaristas e ambientais, biólogos, geógrafos e técnicos de meio ambiente.

A concessão das duas usinas é da Engie Brasil Energia, a maior geradora privada de energia do Brasil, com capacidade instalada de 7.868 MW, o que corresponde a cerca de 6,2% do mercado brasileiro. A UHE Jaguara, com potência de 424 MW, está localizada no rio Grande, entre os municípios de Rifaina – SP e Sacramento – MG, enquanto a UHE Miranda localiza-se no rio Araguari, no município de Indianópolis – MG, com potência instalada de 198,2 MW.

Coleta superficial da água para análise laboratorial

A responsabilidade da Socioambiental pelo Programa nos próximos 04 anos contempla o monitoramento com amostragens em diversos pontos distribuídos ao longo dos reservatórios. Estas amostragens destinam-se às análises físico-químicas, bacteriológicas e da comunidade biológica (fitoplâncton, zooplâncton e macroinvertebrados bentônicos).

As campanhas de monitoramento ocorrem com frequência trimestral e seus resultados fornecem fundamentos para os relatórios que apontam para a qualidade da água nestes reservatórios.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *